A grande noite | Fictícios

image
Imagem: Pixabay

Imagem:Pixabay

– Espera!

– O quê?

Com medo de estragar a grande noite sendo eu mesma, acabei trazendo um pouco de “sorte” na mochila no chão do quarto. Então sugiro:

– Deixa só eu acender “um” bem rapidão pra gente ficar de boa.

– Mas eu já estou de boa… tu não? Eu falei, fiz alguma coisa errada???

– Não. Meu Deus do céu, não. Com os braços em volta de sua cintura puxo seu corpo mais perto. Eu só quero fazer tudo certo. Confesso agora brincando com a alça de sua lingerie. Às vezes eu sou tão… eu. E, sei lá, todo mundo parece preferir minha versão mais “alegre”, mais “falante” mais “solta”. Eu não quero que você desista de mim.

– Credo. Estou preocupada só de imaginar o tipo de pessoa com quem você estava saindo antes de mim. Bom, EU gosto do seu jeito. Eu gosto do VOCÊ DE VERDADE. Comigo você não vai precisar disso.

Abro um sorriso e uma mordiscada no pescoço me faz largar a piteira no chão.

[…]

03:48. O peso dela sobre meu corpo. Seu peito no meu peito. Pernas enroscadas. Encantadora até dormindo. Ao lembrar de tudo que rolou sorrio com o rosto quente.

Afasto-a delicadamente e vou até a janela. Entre a fumaça penso que talvez eu finalmente tenha encontrado a pessoa certa, alguém que aceita meu “eu” estranho. Alguém que embora seja muito social e conheça “gente melhor”, é comigo que está saindo. Vou tentar não deixar minha baixa autoestima ferrar tudo dessa vez.

Anúncios

Publicado por

PolianÊ

22 anos, Técnica em Logística e geminiana. Divide seu tempo entre manter os doramas e animes em dia, estudar para concurso público, e entregar currículos na região metropolitana do Recife. Desde 2014 compartilha suas neuras, gostos, desgostos e ideias em seu blog... ♡