A grande noite | Fictícios

image
Imagem: Pixabay

Imagem:Pixabay

– Espera!

– O quê?

Com medo de estragar a grande noite sendo eu mesma, acabei trazendo um pouco de “sorte” na mochila no chão do quarto. Então sugiro:

– Deixa só eu acender “um” bem rapidão pra gente ficar de boa.

– Mas eu já estou de boa… tu não? Eu falei, fiz alguma coisa errada???

– Não. Meu Deus do céu, não. Com os braços em volta de sua cintura puxo seu corpo mais perto. Eu só quero fazer tudo certo. Confesso agora brincando com a alça de sua lingerie. Às vezes eu sou tão… eu. E, sei lá, todo mundo parece preferir minha versão mais “alegre”, mais “falante” mais “solta”. Eu não quero que você desista de mim.

– Credo. Estou preocupada só de imaginar o tipo de pessoa com quem você estava saindo antes de mim. Bom, EU gosto do seu jeito. Eu gosto do VOCÊ DE VERDADE. Comigo você não vai precisar disso.

Abro um sorriso e uma mordiscada no pescoço me faz largar a piteira no chão.

[…]

03:48. O peso dela sobre meu corpo. Seu peito no meu peito. Pernas enroscadas. Encantadora até dormindo. Ao lembrar de tudo que rolou sorrio com o rosto quente.

Afasto-a delicadamente e vou até a janela. Entre a fumaça penso que talvez eu finalmente tenha encontrado a pessoa certa, alguém que aceita meu “eu” estranho. Alguém que embora seja muito social e conheça “gente melhor”, é comigo que está saindo. Vou tentar não deixar minha baixa autoestima ferrar tudo dessa vez.

Anúncios

Ex-amor

image

Imagem: Pixabay

Mas você foi como planta carnívora que me atraiu fingindo ser singela flor. Como vitrine que de tão bonita me levou a bater a cabeça no vidro. Como um perfume de boa fragrância, mas que me causou alergia. Como bolo de chocolate gostoso, mas que me causou dor de barriga.

Você foi como banho de chuva que à princípio me pareceu boa idéia, mas me deu gripe por 6 dias. Como pulseira bonita, mas que belisca. Como presilha que de tão enfeitada, no cabelo não fixa. Como prato fino e chique, mas que não sacia.

Tudo foi como tomar banho de mar onde só tem sargaço. Como dormir mais que as 8 horas recomendáveis e acordar 5x mais cansado. Como tomar sorvete do meu sabor preferido e de tão gelado ter uma dor de cabeça insuportável.

Foi como acordar cedo no fim de semana em que se pode dormir até tarde. Como enviar nude pro contato errado. Como jogo viciante que a longo prazo causa danos na vista. Aliás, devolve meu console.

#####

É fictício, gente que me lê. É fictício. Um daqueles rascunhos antigos que me deixam em dúvida se taco fogo ou posto…

Imagina que o eu-lírico tá, de forma subentendida, narrando e comparando todos os episódios de casal que rolou tipo, o perfume que dava alergia, a presilha e a pulseira que ganhou e não servia, o banho de chuva nada romântico deles que resultou em gripe, as idas em restaurante chique que na verdade não curtiam… (isso foi como explicar uma piada, nossa. Desculpem! Faz tempo que não posto aqui esqueci como que faz…)

Tô limpando umas pastas, ou seja, esse texto de merda foi só a ponta do iceberg.